Transição capilar

Olá meninas, tudo bem?

Resolvi fazer esse post porque deixar de fazer progressiva e aceitar meu cabelo foi uma experiência muito marcante e gratificante para mim.

Decidi viver sem progressiva há mais ou menos um ano. Meu cabelo estava muito danificado e tinha retocado a progressiva havia pouco tempo. Não estava nem um pouco satisfeita com meu cabelo, ele estava grande, mas cheio de pontas duplas e todo ressecado. Não importava o que fizesse para hidratar, era horrível. E a única forma de se livrar da progressiva é esperar e cortar.

O primeiro passo para começar a recuperar e voltar para os cachos foi cortar todo o comprimento. Cortei mais ou menos na altura da orelha . Como tinha feito progressiva recentemente, ele continuou todo liso, mas um pouco melhor porque me livrei das pontas que estavam horrorosas. Enquanto aguardava ele crescer e a raiz atingir o comprimento que eu queria, para cortar novamente e retirar toda a progressiva, deixava ele secar natural. Mas aí ele foi crescendo e essa foi a fase mais difícil, o momento da transição em que parte do cabelo está alisado e a outra parte crespa. E eu ainda não queria cortar novamente.

Para driblar isso eu vivia de prancha. Uma coisa que me ajudou muito foi aprender a escovar e pranchar meu próprio cabelo, porque assim tinha mais liberdade e não dependia de salão. Escovava toda semana, mas em nenhum momento pensei em fazer progressiva novamente. Para que não voltasse a danificar tanto os fios, eu hidratava toda semana com creme e Bepantol e usava sempre protetor térmico antes da escova.

Apesar de escovar e pranchar sempre meu cabelo, ele foi crescendo cacheado e saudável. Sete meses depois do primeiro corte, resolvi finalmente cortar a parte que restava da progressiva. A raiz já estava na altura do queixo. Cortei no Beleza Natural e os primeiros dias foram bem estranhos, ele estava bem curto e os cachos não estavam bem definidos, mas com uma semana eles já estavam bem cacheados e eu aprendi a penteá-los de forma que cacheasse ainda mais. Depois disso voltei  a fazer escova uns dois meses depois, porque molhava ele todo dia e com a chegada do inverno  não dava para fazer isso.

Hoje ele está na altura dos ombros e cacheado, faço escova sim, mas por escolha minha. Antes era uma necessidade, porque era péssimo ficar com o cabelo metade cacheado e metade liso. Parecia uma vassoura velha.

Hoje eu posso escolher, quando quero ele liso faço escova, se não deixo ele natural e cacheado e ele fica igualmente bonito. Ainda não consigo usá-lo natural sempre, mas apoio totalmente quem consegue e espero um dia conseguir também.

Bom meninas, o post ficou bem extenso e para não ficar ainda mais longo vou fazer mais posts sobre cabelos e minha transição. No próximo post desse tema vou falar sobre os produtos que usei e uso no cabelos e como faço para finalizar os cachos quando uso ele natural.

Agora vamos ver algumas fotos pra ilustrar um pouco o post e mostrar alguns momentos da transição. As fotos são do Insta porque não tenho fotos antigas guardadas.

Como meu cabelo estava quando decidi parar com a progressiva.

10489926_830338750324668_8857510593205474490_n

O corte no ano passado e ainda com progressiva.

10517950_837824132909463_7677843124867027289_n

 

Início de 2015 com escova e prancha para aguentar o resto da progressiva e a raiz cacheada.

11037885_963678933657315_978406373215313051_n

 

Corte de março de 2015. O cabelo já todo cacheado, com pouquíssima progressiva na franja. Já cresceu e estou esperando só mais uns centímetros para cortar novamente.

11070182_971655672859641_474321961773342892_n

 

 

Como disse antes, mesmo que eu faça escova e não use ele sempre cacheado, foi muito importante pra me tirar a progressiva, porque recuperei meu cabelo natural. Ele está saudável e posso decidir se uso ele liso ou cacheado.

Essa foi minha experiencia com o processo de transição meninas. Qualquer dúvida ou dicas é só deixar nos comentários e em breve tem mais post sobre o assunto.

Beijos!