Dicionário das cacheadas

 

Se você é nova ou novo nesse universo de cabelo cacheado natural e saudável pode ter se deparado com alguns termos completamente novos, foi assim comigo quando decidi voltar a usar meu cabelo natural e comecei a pesquisar dicas de cuidados.

São termos que nomeiam fases do cabelo, maneiras de pentear e cuidados com os fios.

Decidi reunir as principais palavras e expressões que me nortearam nesse mundo novo e lindo do cabelo cacheado e natural. Vou começar pelo mais marcante e importante pra mim:

Transição capilar: é o período em que você para de fazer química de alisamento e deixa o cabelo crescer natural. É uma fase difícil que requer muita dedicação.  Mas se você está decidida e quer voltar a ter o cabelo natural e cacheado não tem mágica, é ter paciência para esperar crescer e cuidar dos fios, só posso dizer que vale muito a pena. E chegará a hora que você terá que se desfazer da parte alisada, o que nos leva ao próximo item.

Big chop: Grande corte ou simplesmente BC, é o corte pra tirar toda parte alisada do cabelo. Pode ser uma decisão bem difícil de se tomar, mas cada um deve decidir por si só a hora certa de fazer esse corte. E você não precisa cortar tudo de uma vez se não quiser, sei como somos apegadas ao cabelo e pra fazer o meu BC demorei mais de um ano após iniciar a transição. Fiz porque achei necessário e nesse post aqui explico melhor.

Texturização: é o que ajuda a lidar com as duas texturas durante a transição. A texturização vai cachear a parte alisada até você estar prepara para fazer o BC.

Finalização: é a maneira e estilo que você penteia o cabelo para deixar os cachos mais definidos durante a transição e também depois dela. Acho que a finalização mais famosa entre as cacheadas é a fitagem. Depois da finalização você pode deixar o cabelo secar natural ou usar secador com difusor.

Fitagem: é um tipo de finalização que consiste em separar os cachos como se fossem fitas envolvendo-os com bastante creme. Cada fita vai formar um cacho e quanto mais você dividir o cabelo e mais creme passar, mais definido o cacho ficará.  A fitagem é feita usando o creme de pentear ou outro produto de sua preferência, dá pra fazer uma fitagem mais perfeita pegando mechas bem pequenas para ter cachos mais definidos ou uma fitagem mais grosseira para cachos menos definidos e mais volumosos.

Difusor: é um bico para secador que permite secar o cabelo cacheado sem desfazer os cachos. Lembre-se de usar sempre protetor térmico nos fios para minimizar os danos causados pelo uso de fonte de calor no cabelo.

Day after: é o dia seguinte à lavagem e finalização do cabelo. O cabelo pode ter quantos day after você quiser, vai depender da sua rotina de cuidados e lavagem. . Para ajudar a ter um bom day after existem alguns truques, como dormir com touca de cetim ou prender o cabelo num rabo de cavalo frouxo no topo da cabeça, chamado método abacaxi. No day after você pode fazer apenas uma revitalização rápida para arrumar os cachos que se desmancharam.

Revitalização: é como arrumar os cachos no day after sem precisar molhar e finalizar completamente o cabelo. A ideia da revitalização é apenas arrumar os cachos que desmancharam e desamassá-los. Faço revitalização com água no borrifador, um pouco de creme de pentear e secador.

Tipos de cacho: Nem todo cabelo cacheado é igual, pois existem cachos mais abertos, mais fechados, cabelos ondulados e cabelos crespos. O tipo de cacho é de acordo com a curvatura dos fios e cada tipo de cacho se divide e diferencia em outros subtipos dependendo do grau da curvatura do cacho. O meu por exemplo é o 3C, tenho cachos soltos, mas são  um pouco apertadinhos e a raiz quase crespa. Os cachos do tipo 2A, 2B e 2C são ondulados; os do tipo 3A, 3B e 3C são cachos mais definidos e soltos e os 4A, 4B e 4C são os crespos e os fios são mais secos  e com cachos bem estreitos.

Cronograma capilar: este termo não se refere apenas ao cabelo cacheado, pois é uma rotina de cuidados com o cabelo e todo tipo de cabelo merece e precisa ser cuidado. O cronograma capilar é dividido em etapas de hidratação, nutrição e reconstrução. Em cada etapa você vai usar no cabelo produtos com finalidades diferentes para hidratar, nutrir ou reconstruir. Dá pra seguir o cronograma usando receitas caseiras ou comprando produtos específicos para cada etapa.

Para saber como montar o cronograma capilar você precisa conhecer o seu cabelo pra saber das necessidades dele. Por exemplo, meu cabelo é seco e eu sei que ele precisa e reage muito bem quando uso óleos vegetais, então posso fazer nutrição sem medo.

Esse esquema abaixo pode ajudar quem quer montar o cronograma capilar e não sabe por onde começar, mas você pode e deve adaptá-lo para suas necessidades e realidade.

Cronograma: Ser crespa

Hidratação: é a primeira etapa do cronograma e o cuidado mais básico com os fios. A hidratação repõe a água que o fio perde naturalmente e é indicado para quem tem o cabelo ressecado, sem brilho e maciez. O ingredientes com propriedades hidratantes são: glicerina, proteína hidrolisada, extratos vegetais, pantenol entre outros. Cremes para hidratação são os mais fáceis de encontrar.

Nutrição: é o cuidado com o fio em que se repõe a gordura que todo cabelo precisa para se manter saudável. É mais comum entre as cacheadas porque o cabelo cacheado é naturalmente mais seco e mesmo a gordura produzida naturalmente é perdida no dia-a-dia. Devido à curvatura do cabelo cacheado a gordura produzida naturalmente pelo couro cabeludo não chega ao comprimento dos fios, então a nutrição vai servir para repor essa gordura e os benefícios perdidos. Para a etapa da nutrição você deve procurar por produtos com óleos e manteigas vegetais na fórmula, sendo que essa etapa do cronograma pode ser feita com óleos vegetais puros, como azeite extra virgem e óleo de coco.

Reconstrução: é a etapa do cronograma em que se repõe a proteína capilar. O cabelo é composto principalmente por queratina, por isso, na reconstrução use algum produto com queratina na fórmula ou mesmo queratina líquida. Os ativos que servem para reconstruir a fibra capilar são: creatina, arginina, aminoácidos, proteínas etc. A etapa da reconstrução é a que requer mais cuidado, pois o excesso de proteína deixa o cabelo duro e grosso, o que pode levar à quebra. Por isso a reconstrução deve ser feita com um intervalo de no mínimo 15 dias e sempre depois da hidratação e nutrição.

Umectação: é a técnica de encharcar o cabelo com óleo vegetal para que  os fios absorvam os nutrientes do óleo, sendo comumente feita com o cabelo sujo e seco. Uma maneira bem prática de fazer é passar o óleo à noite e lavar o cabelo no dia seguinte. A umectação também não é exclusiva para cabelos cacheados, pois todo cabelo naturalmente produz e precisa de óleos, o que muda é a frequência e modo de utilização dependendo do tipo de cabelo. Os óleos usados na umectação devem ser 100% vegetal, pois são os únicos que realmente tratam o fio. Pra quem segue o cronograma capilar a umectação entra na etapa de nutrição.

Essas são as palavras e termos importantes pra nós cacheadas dos quais eu me lembro. Se esqueci de algum pode deixar nos comentários, pode ser que alguns eu nem conheça. Espero que gostem do post.

Beijos!

Como eu penteava meu cabelo antigamente

Essa é a Lorena de hoje:

IMG_2906

E essa é a Lorena de antigamente que não sabia nada sobre cabelo cacheado:

IMG_2908

 

E prepara que lá vem textão! Mas é um desabafo que eu quero e preciso muito fazer.

A história do meu cabelo

Quero mostrar e contar sobre como eu lidava com meu cabelo na adolescência e início da vida adulta e como buscar informações inspirada por mulheres maravilhosas mudou meu cabelo, minha vida e minha autoestima.

Lembrando que esse comparativo é referente a quando eu usava o cabelo natural e também depois que comecei a relaxar. Algum tempo depois veio a progressiva, escova toda semana e muuuuito tempo depois optei pela transição e big chop.

Devo dizer que eu nunca odiei meu cabelo, nunca foi meu maior sonho ter cabelo liso. Hoje eu sei disso porque sempre que via algum cabelo cacheado solto e com volume em revistas ou na TV, eu pensava: queria que meu cabelo ficasse assim. Mas não ficava, e sabe por quê? Porque eu não sabia cuidar do meu cabelo, sempre acreditei que meu cabelo cacheado e volumoso devesse ser domado em vez de cuidado e explorado respeitando suas características.

Eu não sabia como arrumar e explorar todo potencial maravilhoso do meu cabelo e lembro que a informação máxima era para controlar e domar o volume. Até já me disseram que cabelo cacheado não é chique, que para festas é melhor alisar mesmo.

Como finalizava meu cabelo

Basicamente eu penteava meu cabelo assim: passava creme e penteava com pente ou escova tentando abaixar o máximo possível o volume da raiz e gostava sempre dele molhado. Qualquer oportunidade lá estava eu passando mais um pouco de água. Por não saber cuidar do cabelo, houve uma época em que eu vivia de touca, boné ou lenço porque era mais prático e não precisava ficar molhando todo dia.

É claro que eu poderia ser feliz e bem resolvida usando o cabelo do jeito que eu usava, mas eu não era. Porque o que eu fazia, a maneira como penteava era para tentar escondê-lo, meu cabelo era uma preocupação chata e não uma parte querida do meu corpo e da minha personalidade.

Comecei a alisar o cabelo pra tentar controlar o volume e porque acreditava que cabelo liso/alisado é mais prático, o que hoje sei bem que não é verdade. Qualquer cabelo dá trabalho, no entanto cabelo liso e cabelo cacheado pedem cuidados diferentes. Fiquei muito tempo com relaxamento, depois escova progressiva e prancha semanalmente. Decidi pela transição em 2014/2015.

Minha transição

A primeira tentativa de transição em 2014 até início de 2015 não deu muito certo. Eu não fazia química, mas escovava e pranchava toda semana. A mudança definitiva mesmo foi final de 2015.

Quando já estava cansada de pranchar o cabelo e ele já estava crescendo alisado por causa do excesso de prancha é que resolvi que queria meu cabelo natural de volta, que aprenderia a cuidar dele. Nessa jornada as blogueiras cacheadas foram quem me ajudaram, Rayza NicácioJéssica Dantas e Ana Lídia Lopes são as que mais me inspiraram. Aprendi a fazer texturização, e principalmente aprendi a gostar do volume e a soltar de verdade os cachos, usando isso a meu favor. Com o big chop em dezembro de 2015 veio a libertação definitiva.

Aprendi a finalizar fazendo fitagem, que faz com que o cabelo cacheado fique ainda mais cacheado. E sabe a diferença? A forma como eu finalizo hoje é para realçar o cabelo que eu já tenho, e como eu fazia antigamente era pra tentar escondê-lo.

No entanto, ter o cabelo que eu tenho hoje exigiu sacrifícios, tive que lidar com as duas texturas por um tempo e depois desapegar do tão amado e idolatrado cabelo comprido. Porém tudo isso valeu a pena e hoje eu só queria que a Lorena adolescente tivesse acesso às informações que tenho hoje, que em vez de acreditar que cabelo cacheado é feio e trabalhoso ela soubesse que cabelo cacheado é lindo e só precisa ser cuidado e tratado como CABELO CACHEADO.

Quero deixar claro que não quero sugerir que cabelo cacheado deve ser usado sempre natural. Se você gosta dele liso, alise. Mas uma coisa é alisar por gosto e outra bem diferente é você alisar porque foi levada a acreditar que seria a única forma de ter o cabelo bonito, que seu cabelo natural é ruim e deve ser “escondido”.

O meu conselho pra quem quer assumir o cabelo natural é não desistir e buscar muita informação e apoio, porque vale muito a pena se você quer muito. Não é nada fácil, mas é possível sim!

O texto já está bem grandinho e vou deixar pra falar mais sobre a história do meu cabelo em posts futuros. Aqui no blog já tem post falando sobre minha transiçãobig chop, produto pra ajudar no crescimento e os produtos que uso para cuidados e finalização. Vou deixar os links no final do post. Quem estiver precisando de apoio e dicas pra superar a transição capilar é só deixar nos comentários.

Minha transição e big chop: aquiaqui e aqui!

Produto pra ajudar no crescimento: aqui!

Produtos baratinhos que uso e amo: aqui!

Creme de pentear preferido com resenha completa: aqui!

Vídeo da minha finalização: aqui!

Espero que gostem do post.

Beijos!

 

1 ano de Big chop!

IMG_9440

O post de hoje é muito especial! Porque hoje, dia 26/12/2016 completa um ano que cortei meu  cabelo e tirei toda parte alisada \o/

E somente o que eu posso dizer é: que sensação maravilhosa de liberdade! Foi a melhor coisa que fiz pelo meu cabelo e por mim. Foi o momento de desapegar das pontas alisadas e da insegurança com meu rosto. Quando tinha o cabelo grande usava ele de lado meio que escondendo um pouco da testa, porque sempre odiei essa parte do meu rosto. Cresci ouvindo as pessoas me chamando de testuda e isso infelizmente criou uma insegurança em mim.

Confesso que essa coisa da testa foi o que me impediu de cortar o cabelo antes, mas percebi que pra ter o cabelo cacheado de novo teria que enfrentar isso. E junto com o corte superei essa insegurança, pouquíssimo tempo depois de cortar o cabelo passei a amar minha nova aparência e meu rosto sem esconder nada. Deixei pra trás mesmo! 😀

Quem está passando ou já passou pela transição sabe o quão difícil é tomar a decisão e fazer o famoso Big chop. Por isso aconselho quem está passando por isso  a pensar bastante e esperar o seu momento de cortar o cabelo. Porém não existe mágica, pra tirar a parte alisada tem que cortar! Mas cabelo cresce, é só cuidar e ter paciência. Logo quando cortei fiz esse post aqui falando da minha experiência.

Meninas, o BC significa uma mudança tão grande! Eu já tive o cabelo com duas texturas e achava bem chato ficar fazendo texturização quase que diariamente, já que meu cabelo não segurava os cachos na parte alisada. E depois que cortei o principal benefício foi a praticidade mesmo, pois o cabelo natural é fácil de finalizar e conseguir um cacho bonito. Como cortei bem curto tinha ainda mais praticidade, não tinha que me preocupar com nada de definição, só usar um pouco de creme e ficava ótimo.

Hoje a forma como finalizo já mudou bastante. Meu cabelo cresceu bem e já tenho cachos grandinhos e com volume, então dou atenção especial na hora de finalizar. Mas não sou obcecada por cachos perfeitos, então faço uma fitagem mais grosseira  e rápida.

Há uns meses usei o tônico Rapunzel da Lola Cosmetics para acelerar um pouco o crescimento e mostrei o resultado nesse post! Bom que atualmente tem muitos produtos que auxiliam no crescimento capilar.

Como disse numa foto que postei no insta, (me segue lá também:@loreavelar) meu único arrependimento foi não ter cortado antes! Quanto ao corte do meu cabelo, não é nenhum específico, só pedi pra moça tirar a parte alisada. Ah, cortei no Beleza Natural.

Foto da época do corte

12484665_1641742482754687_5153270558101214988_o

Tem alguém aí pensando em fazer ou que já fez o big chop? Me conta como está passando por isso 😉

Beijos!

Projeto Rapunzel – Lola Cosmetics

Olá meninas, tudo bem?

O post de hoje é muito especial e sinto que vocês vão amar!

Quem me acompanha sabe que há algum tempo estou recuperando meu cabelo cacheado e no fim do ano passado fiz o Big Chop, que pra quem não sabe é o Grande Corte, ou BC como as cacheadas costumam chamar. O BC é quando corta o cabelo e tira toda a parte alisada, e foi o que eu fiz.

Me acostumei bem com o cabelo curto, mas confesso que quero que ele cresça um pouco, pelo menos até os ombros e pegue um pouco de volume. Sigo a blogueira Mari Morena no Youtube e ela postou um vídeo mostrando os resultados do Kit Rapunzel Lola Cosmetics. Gostei do resultado e resolvi testar também. Então hoje, dia 06/04/2016 se inicia o Meu Projeto Rapunzel.

Bom, essa linha da Lola é composta por três produtos: Shampoo rejuvenescedor, Tônico de crescimento e o Milk Spray. No site da marca eles descrevem os produtos assim:

Shampoo rejuvenescedor

O que é: Shampoo rejuvenescedor que proporciona uma sensação refrescante, enquanto penetra no couro cabeludo e estimula a micro circulação sanguínea. Ativa os folículos pilosos promovendo o crescimento dos fios e evitando os estágios precoces da queda do cabelo. Fios mais encorpados, com mais volume e a função do couro cabeludo equilibrada.

Uso: Aplique o shampoo nos cabelos molhados. Massageie com delicadeza até obter espuma e enxague bem. Repita a aplicação.

Tônico do Crescimento Rapunzel

O que é: Tratamento contínuo para reduzir a queda do cabelo e estimular o crescimento. Age fortalecendo o folículo capilar para que a raiz fique forte e os fios tenham uma vida mais longa. Promove fibras saudáveis, mais resistentes e dessa forma o ciclo de crescimento do cabelo volta ao normal, evitando a queda constante e gradual. Uso: Após o uso do Shampoo aplique o Tônico do crescimento diretamente no couro cabeludo limpo e seco (ou levemente úmido). Massageie delicadamente. Não enxágue. A massagem do couro cabeludo ajuda a ativar a micro circulação potencializando os resultados.

Milk Spray Rapunzel

O que é: Condicionador leave-in, especialmente formulado para prevenir o envelhecimento do cabelo. Absorve instantaneamente e hidrata profundamente cabelos secos e quebradiços. A fórmula ultra nutritiva deixa o cabelo macio, sedoso e suave.

Uso: Pulverize no cabelo limpo e úmido. Finalize como de costume.

No entanto eu vou usar apenas o Tônico de Crescimento, que pelo meu entendimento é o principal produto da linha. Além do mais eu não uso shampoo com frequência, pois estou tentando seguir a técnica No Poo, que consiste em lavar o cabelo com condicionador fazendo co-wash e não usar produtos com silicones insolúveis em água.

Pra saber mais dessa técnica, esse post do blog Cacheia explica tudo, que aliás, foi onde eu aprendi sobre No Poo. Tanto o Tônico quanto o  Milk spray são liberados para No Poo, mas o Milk spray eu também não vou usar, pois como já disse vou focar apenas no Tônico. Dei mais importância ao tônico porque, além desses produtos serem caros meu cabelo já tem um crescimento bom, eu apenas quero dar uma acelerada no processo.

Eu usei o produto como indicado pela marca e vou repetir de duas a três vezes por semana, que é mais ou menos a minha rotina pra lavar o cabelo. Como disse antes, não uso shampoo, então lavei o cabelo com o Creme Multifuncional Salon Line. Tirei o excesso de água e apliquei o tônico no couro cabeludo massageando levemente com as pontas dos dedos. O produto deixa uma sensação refrescante bem gostosa. Depois de aplicar e massagear finalizei com o creme de pentear que uso normalmente. Vou usar o tônico até acabar e farei um novo post falando sobre os resultados. Ah, eu paguei R$56,60 no Tônico. Comprei numa loja de cosméticos na República, aqui em SP.

Pra acompanhar o crescimento do meu cabelo nesse período eu tentei medir, não sei se fiz certo e as fotos não ficaram muito boas. Pelo que entendi meu cabelo atualmente está com 10,5 cm. No caso medi com ele esticado, por causa do fator encolhimento do cabelo cacheado. Lembrando que um cabelo saudável cresce aproximadamente 1 cm por mês.

Tentando medir o cabelo

IMG_3082

IMG_3432

IMG_3385

Dicas de uso e composição:

IMG_3387

Esse é o creme multifuncional que uso para lavar o cabelo + Tônico de crescimento

IMG_3372

Então é isso meninas, fiquem de olho porque assim que terminar de usar faço outro post com atualização. Me acompanhem também na página do blog no Facebook e no Instagram.

Espero que gostem do post.

Beijos!

 

 

 

Big chop – desabafo de uma transitete

image9

 

O post de hoje é muito especial, algo que eu estou amando saber mais e repassar informações também. É sobre como a transição pode ser um momento complexo em nossa vida. E eu quero compartilhar a minha experiência. Estou um momento muito marcante da minha vida, de como estou lidando com minha aparência, autoestima e minha decisão libertadora de cortar meu cabelo curtinho.

Pra quem me acompanha no Instagram (segue lá: @loreavelar) sabe que há um tempo decidi parar de fazer química no cabelo e voltar aos cachos. A decisão foi em agosto de 2014 e depois de algumas tentativas frustadas eu finalmente decidi fazer o Big chop. No entanto essa decisão não foi fácil, assim como quase toda mulher eu era apegada ao meu cabelo, à aparência a que estava acostumada. Mas eu queria muito cortar e mudar totalmente, mas pra tirar a parte alisada e danificada do cabelo não tem jeito, é cortar e esperar. Depois de pensar bastante eu vi que era o que eu realmente queria.

Cortei meu cabelo do dia 26/12 e foi um ato de libertação! Não me arrependi em nenhum momento e não afetou a minha autoestima. Foi a melhor decisão que tomei e agora nada me tira do meu objetivo. Não foi apenas um corte, foi um desapego, uma renovação. E aceitei muito bem essa nova fase. No entanto, não posso negar que foi uma decisão difícil, pensei muito antes de cortar. Se você está passando pela transição e ainda não se sente pronta para cortar, não corte! Só você pode saber o melhor momento pra isso.

Como eu já disse nesse postbuscar informações e conhecer outras meninas que também passaram pelo processo de aceitação do cabelo natural me ajudou muito. Aprendi a cuidar do meu cabelo, mas principalmente o que mudou foi que percebi que prefiro meu cabelo saudável e natural a ter um cabelo “grande”. Um conselho que eu dou e que aprendi acompanhando outras meninas cacheadas é que devemos decidir passar pela transição para ter o cabelo NATURAL  e não cacheado como o de fulana, porque cada cabelo é único. Confesso que ficava frustrada vendo cabelos cacheados ou crespos maravilhosos e pensando que nunca iria alcançar, depois eu percebi que muitas vezes a textura natural dos meus fios nada tinha a ver com as fotos que eu ficava olhando e desejando, ou seja, não tinha a ver comigo.

Fiz um apanhado de alguns momentos do meu cabelo. Quando eu fazia texturização amassando os fios com bastante creme, ficava com uma ondas bonitas, mas como meu cabelo é fino, no outro dia tinha que fazer de novo. E agora o que estou amando do cabelo curtinho é a praticidade, não preciso fazer finalização para modelar os cachos. Só lavar, passar um pouquinho de creme e pronto!

Hoje, o que eu quero é ter meu cabelo natural e saudável sem precisar fazer processos agressivos para me sentir bonita. E outra, cabelo cresce!

IMG_8894

Eu estou tão empolgada com esse meu momento que vou compartilhar mais coisas por aqui. Logo logo tem post com os produtos que estou usando para cuidar do meu cabelo.

Espero que gostem. Beijos!